Eventos

Eventos

Saiba tudo sobre a Stock Car

Motul

A Stock Car é a principal categoria do automobilismo brasileiro e uma das maiores do mundo. Em 2021, o campeonato terá início no dia 25 de abril, em Goiânia. Para esse ano, a competição passou por reformulações no modelo de disputa e contará com muitas novidades. 

Mas, antes de falarmos sobre o que acontecerá nesta edição, veremos um pouco da história da competição.

A história da Stock Car

Criada em 1977, foi apenas no dia 22 de abril de 1979 que aconteceu a primeira corrida da Stock Car. A estreia da competição criada pela General Motors foi no Rio Grande do Sul. De lá para cá, a Stock Car se tornou a principal categoria do automobilismo brasileiro. 

Por ela já passaram grandes nomes como Paulo Gomes e Ingo Hoffmann, ambos considerados lendas do esporte. Além deles, Cacá Bueno é outro competidor de peso, sendo o segundo maior vencedor de troféus da história da competição. Vale lembrar que Cacá Bueno segue ainda sua carreira, enquanto os citados anteriormente já estão aposentados.

A disputa, que hoje conta com 30 pilotos, já passou por mudanças de formato ao longo das décadas. No ano de estreia, por exemplo, eram 19 carros competindo , todos no modelo do clássico Opala. Outra mudança na foi a inclusão da disputa em duplas, modelo que já foi adotado e abandonado muitas vezes.

Ao todo, já foram realizadas 35 edições do campeonato, marcadas pela evolução do desempenho dos carros e por muita emoção.

Carros utilizados na Stock Car

A criação da Stock Car marcou a junção entre sofisticação e desempenho na categoria de Turismo. Ao todo, cinco montadoras já fizeram parte do grid, são elas: Chevrolet, Mitsubishi, Volkswagen, Peugeot e Toyota. O destaque fica por conta do Chevrolet Opala, veículo mais usado na história da prova.

Veja uma lista de veículos utilizados nos mais de 40 anos de Stock Car:

  • Opala – Chevrolet 
  • Omega – Chevrolet
  • Vectra – Chevrolet
  • Astra – Chevrolet
  • Sonic – Chevrolet
  • Cruze – Chevrolet
  • Bora – Volkswagen
  • Lancer – Mitsubishi
  • 307 – Peugeot
  • 408 – Peugeot
  • Corolla – Toyota

A última edição foi vencida por Ricardo Maurício em seu Chevrolet Cruze, chegando ao terceiro título.  

Corrida do Milhão da Stock Car

A Corrida do Milhão teve sua primeira edição em 2008 e, desde então, se tornou a principal corrida do calendário. 

Embora não tenha sido disputada em 2009, ela rapidamente se popularizou e se tornou o maior evento da Stock Car. Já são 12 edições, sendo sete disputadas no autódromo de Interlagos, em São Paulo. O piloto que mais venceu corridas do milhão foi Thiago Camilo, com três conquistas, mas que não vence desde 2015. 

O formato de disputa da Corrida do Milhão também passou por mudanças. De sua estreia até 2011 a prova levava 65 minutos. De 2012 a 2016 passou a ser disputada em 50 minutos. A partir de 2017 até o momento, a duração foi encurtada para 40 minutos. 

Para este ano, ainda não temos data definida e nem o local onde acontecerá a edição da Corrida do Milhão.

Mudanças na Stock Car em 2021

Agora que você já sabe um pouco sobre a história da Stock Car, veremos as mudanças para a temporada 2021.

Rodada dupla

A primeira novidade em 2021 será a rodada dupla, que acontecerá em todas as 12 etapas da competição. Para isso, cada etapa terá uma prova de 25 minutos e outra de 20. Portanto, em 2021 teremos 24 corridas ao todo, superando as 18 do ano passado.

Vale mencionar que as provas são sequenciais, tendo apenas uma volta de realinhamento, com inversão dos dez primeiros colocados, sem parada no grid. 

Pontuação em 2021

A pontuação para cada corrida será individual. Dessa forma, os três melhores colocados da primeira corrida recebem 30, 26 e 22 pontos respectivamente. Enquanto isso, a segunda corrida premiará os três melhores com 24, 20 e 18 pontos. A pontuação segue decrescente chegando a 1 ponto para o 20º colocado.

Sistema de descartes ainda maior

Em 2020, estreou o sistema que permite aos pilotos descartarem seus três piores resultados em corridas. Para 2021, serão quatro descartes, o que trará ainda  mais competitividade. A intenção é retirar da contagem dos pilotos situações imprevistas, como acidentes e furos de pneus. Assim, haverá mais equilíbrio no final do campeonato e premiará a regularidade.

Pole position vale pontos

O piloto que conquistar o melhor tempo no treino classificatório, além de largar em primeiro, ainda recebe dois pontos. Essa pontuação só é válida para a largada na primeira corrida porque acontece a inversão dos 10 primeiros na segunda.

Lastro até o sexto colocado

Outra mudança que visa aumentar a competitividade é o aumento do lastro de sucesso. O lastro é uma regra que obriga os pilotos mais bem colocados no campeonato a carregarem peso extra no carro.

Para 2021, até o sexto melhor posicionado terá que carregar o peso adicional. A divisão ficou assim:

1º – 30kg
2º – 25kg
3º – 20kg
4º – 15kg
5º – 10kg
6º – 5kg

Pit stop

Nessa temporada será permitido o pit stop apenas na primeira etapa da prova. Isso pode tornar mais decisivo o bom desempenho na parada técnica.

Pilotos serão destaque na Stock Car em 2021

Nessa temporada da Stock Car, os fãs do esporte podem esperar grandes corridas. A presença de nomes conhecidos do público já está confirmada e estreias prometem embolar ainda mais a disputa.

Ao todo, 30 pilotos estão confirmados (dos 32 possíveis). Grandes campeões da categoria fazem parte do esquadrão, como Cacá Bueno, Ricardo Maurício e Daniel Serra. 

Também não podemos esquecer de três nomes importantes do automobilismo brasileiro, Nelson Piquet Jr, novo embaixador da Motul e que acompanhará a marca em nossa estréia na competição, Rubens Barrichello, Felipe Massa. Para completar o time estrelado, Tony Kanaan, campeão da F-Indy e Indy500 fará a sua estreia na Stock Car.

Outros pilotos conhecidos do público também vão abrilhantar ainda mais essa disputa que terá início em 25 de abril. A primeira corrida está marcada para 15h10 e terá transmissão da Band na televisão aberta e SporTV 2 na fechada.

  • COMPARTILHE ESTA PUBLICAÇÃO