Carros

Carros

Melhore o desempenho do seu carro com os aditivos Motul

Danilo Silva
Engenheiro Técnico

Quem nunca, no momento da revisão, ou mesmo antes de completar o tanque, foi questionado se gostaria que fossem aplicados aditivos no combustível, seja ele para a limpeza ou para performance? Aceitando ou não, o motorista, geralmente, fica em dúvida sobre a atuação deste aditivo no combustível e os seus reais benefícios.

Este tema ainda é tratado com descrença por muitos motoristas e, até mesmo, por alguns profissionais. Para desmistificar os diferentes tipos de produtos e suas respectivas ações, precisaremos, antes de tudo, entender mais sobre os principais combustíveis no país. Então vamos a eles:

Etanol

O etanol hidratado comercializado em postos para o uso nos veículos, possui em sua composição água com teor de 5% e, embora possua menor poder calorífico do que a gasolina, ele apresenta maior octanagem. Apesar de ser pouco comum, o etanol pode conter aditivos detergentes e dispersantes para promover a limpeza e proteção dos bicos e sistema de injeção.

Lembrando que, assim como a gasolina, o etanol também pode ser adulterado. Por isso abasteça sempre em postos de confiança.

Gasolina

A Gasolina comum possui em sua composição a adição de 27% de etanol anidro, apresenta octanagem mínima de 87 IAD (índice antidetonante) e 92 RON (Research Octane Number), não há adição de aditivos e o teor de enxofre máximo é de 50 ppm (partes por milhão).

A Gasolina aditivada é semelhante a gasolina comum, no entanto, é adicionado aditivos detergentes e dispersantes para aumentar a sua capacidade de limpeza do sistema de combustível e, em geral, é adicionado corante para facilitar a sua identificação. Neste combustível, o índice antidetonante é semelhante a gasolina comum.

Gasolinas premium são aquelas com maior índice de octanagem (superior a 91), baixo teor de enxofre e com capacidade de detergência superior a gasolina comum. Dentro desta categoria, no que diz respeito a octanagem, destacamos a Gasolina Podium e OctaPro que apresentam, respectivamente, 102 RON e 103 RON.

Note que temos dois parâmetros em evidência na diferença entre os tipos de gasolina: detergência e octanagem. A seguir, veremos mais sobre a detergência dos combustíveis.

Poder de detergência do combustível

Com o uso do combustível, principalmente com gasolina comum ou no caso de adulteração, ocorrem formações de depósitos de carbono em componentes como válvulas de admissão, câmara de combustão e bicos injetores. É importante salientar que o principal motivo para a formação deste resíduo é a queima do combustível, onde, mesmo com a gasolina aditivada ou premium, pode acontecer a carbonização devido as condições de operação, por exemplo, se o veículo é submetido a condições de uso excessivo em marcha lenta ou se ele roda a maior parte do tempo com a frio.

A formação destes materiais, além de causar o aumento do consumo de combustível e aumento da emissão de gases poluentes na atmosfera, também é responsável pela perda de potência do motor e a diminuição da vida útil dos componentes.

Como os aditivos fazem a diferença para o seu motor

Para a manutenção preventiva e reparação em casos de contaminação do sistema de injeção de veículos movidos a gasolina e flex, a Motul possui o produto chamado Injector Cleaner Gasoline que possui como principais características:

Um dos principais aditivos da Motul é o Injector Cleaner Gasoline
  • Atuação curativa de remoção e limpeza dos depósitos e vernizes que causam entupimentos;
  • Dispersa a condensação no sistema de combustível;
  • Evita a formação de borra no injetor ou no carburador;
  • Remove de forma efetiva os depósitos nas válvulas de admissão e sujeira de bicos injetores;
  • Promove a restauração do desempenho original do motor;
  • Auxilia na redução do consumo de combustível e emissão de gases poluentes.
  • Aumenta a vida útil do catalisador;
  • Aplicável diretamente no tanque de combustível.

A manutenção da limpeza ou a correção de um sistema contaminado, trará benefícios que, a médio prazo, compensam o investimento de um produto de qualidade. É possível encontrar em alguns manuais de fabricantes a recomendação sobre o uso de gasolina aditivada e, quando necessário, a utilização de aditivos ao combustível.

O que é a octanagem do combustível?

Octanagem ou número de octanos do combustível, é o parâmetro utilizado para indicar a resistência do combustível à combustão espontânea nos motores movidos a gasolina, etanol, flex e GNV. Quanto maior a octanagem, maior é capacidade que ele tem de resistir na câmara de combustão ao aumento de pressão e de temperatura sem detonar.

“Mas o combustível não deve queimar para que o motor funcione?”. A resposta é sim! Mas esta combustão deve ser iniciada apenas quando a faísca da vela for disparada pelo sistema de ignição e seguir de maneira progressiva até o consumo de todo combustível.

Por isso, em veículos modernos e/ou de alto desempenho, sejam eles turboalimentados ou aspirados com a taxa de compressão elevada, é recomendado o uso de combustível com alta octanagem, por conta do aumento da pressão no interior da câmara, já que os combustíveis de baixa octanagem não suportam o aumento da temperatura o que pode causara falha conhecida como detonação.

A detonação apresenta um ruído bem caraterístico conhecido popularmente como “batida de pino”. É possível notar o ruído metálico causado pela vibração do pistão em consequência do surgimento de ondas de chama secundárias causadas pela combustão espontânea. Quando o sensor de detonação identifica este problema, o momento da ignição é atrasado, diminuindo a falha por detonação e a performance do motor.

Quando o combustível e a tecnologia embarcada no motor permitem o avanço da ignição, é possível extrair o melhor desempenho e maior potência do motor. Por isso, principalmente em motores modernos, como vimos acima, é recomendado o uso de combustíveis com alta octanagem. Na linha da Motul, o produto desenvolvido para melhorar o índice de octanagem do combustível é o Octane Booster Gasoline. Veja abaixo os principais benefícios do seu uso:

Octane Booster Gasoline é um dos aditivos que você pode usar para melhorar o índice de octanagem do combustível.
  • Prevenção contra o fenômeno de detonação e combustão anormal;
  • Auxilia na redução do consumo de combustível e emissão de gases poluentes.
  • Melhor tempo de resposta do motor em acelerações;
  • Melhor combustão e aumento da performance do motor;
  • Redução de ruído do motor, proveniente da detonação;
  • Aplicável diretamente no tanque de combustível.

Em motores com baixa taxa de compressão, o ganho de desempenho com combustíveis de alta octanagem ou com aditivos melhoradores do número de octanos pode ser mais difícil de ser percebido.

Produtos que melhoram a octanagem têm ação no combustível, então, uma vez consumido, o efeito de melhoria de octanagem não estará presente no próximo abastecimento.

Consulte a ficha técnica dos aditivos e respeite as recomendações

Cuidar de seu veículo e realizar a manutenção preventiva é fundamental e traz diversos benefícios, como aumento de vida útil de seus componentes e até mesmo economia de combustível. Os produtos da Motul apresentados neste artigo são compatíveis com o uso de Etanol ou Gasolina, mas não se esquece de sempre consultar a ficha técnica do produto, respeitando as proporções e recomendações de uso.

Dica do Expert: Fique atento na escolha do aditivo que utilizará, os produtos disponíveis no mercado possuem diferentes composições e só a Motul garante alto desempenho e máxima qualidade! 😉

  • COMPARTILHE ESTA PUBLICAÇÃO